Buscar
  • 3dprojectar

TENDÊNCIAS PARA ARQUITETURA SUSTENTÁVEL



Sustentabilidade é um tema que deve estar presente em todos os segmentos da vida moderna, e pautar as escolhas diárias que fazemos. Na hora de construir ou reformar qualquer imóvel, a arquitetura sustentável é a tendência a ser seguida. Por isso, trazemos 8 dicas de especialistas sobre como fazer isso.

estilo de vida sustentável de uma casa começa desde a construção do imóvel até o dia a dia dos moradores. Em uma empresa ou edifício, essa deve ser a regra.

1. Arquitetura Sustentável Retrofit

Hotel Palace, em Londres

Retrofit significa edifícios velhos renovados com práticas ecológicas. Isso significa que não é preciso construir do zero para utilizar a arquitetura sustentável. Essa tendência surge como forma de revitalizar edifícios e construções trazendo até eles novas tecnologias e designs mais promissores.

É possível planejar a instalação de painéis solares, para a utilização de energia renovável; jardins verticais, que filtram o ambiente e melhoram a qualidade do ar ao redor; modificações para melhor circulação do ar e da entrada de luz dentro do ambiente e modernização de circuitos para economia energética, entre outros.

Um exemplo desse uso é um jardim vertical de Londres, instalado em um hotel tradicional da cidade. A parede verde atinge 21m, é irrigada pela água da chuva e ajuda a filtrar o ar do bairro.


2. Se adeque às leis

Existem diversas leis em vigor atualmente para aproximar a população das metas sustentáveis. Uma delas é a Política Nacional de Resíduos Sólidos, uma lei em vigor que vale tanto para empresas quanto cidadãos. Ela prevê que deve haver o reaproveitamento de materiais descartados que possam ser reciclados ou reutilizados, além da destinação correta de resíduos para lixões e aterros. Essa ação resulta em menor impacto ambiental e economia em dinheiro, pois evita desperdícios e multas geradas pelo descumprimento da lei.


3. Poupe a natureza

É de conhecimento geral que os recursos naturais estão se esgotando anualmente. A arquitetura sustentável pode ajudar em diversos segmentos: para preservar a água, é possível incluir no projeto uma cisterna que armazene a água da chuva, reduzir a vazão de torneiras e descargas e até instalar um telhado ou muro verde capaz de absorver a água e devolvê-la ao meio e também não usar aditivos químicos em hortas domésticas.


Designer Philippe Starck, Europa. Criou módulos pré-fabricados para casas econômicas.

4. Calculo preciso

Ao investir em materiais, faça cálculos precisos do que será necessário para que não haja desperdício. A gestão eficaz desta etapa de planejamento garante ganhos no orçamento final e reduz muito os resíduos e sobras, que depois deverão ser descartados corretamente para serem reaproveitados.


5. Tecnologias

Tecnologias modernas para a arquitetura sustentável surgem diariamente, e vão desde revestimentos à base de matérias reciclados à lâmpadas que reduzem o consumo de energia. Um dos melhores investimentos para construções econômicas e sustentáveis – sejam elas casas ou empresas – é a instalação de painéis solares, que geram e armazenam energia, de maneira limpa. Com uma lista tão grande à disposição, faça escolhas coerentes com o ambiente a ser instalado. Isso gera economias futuras.


6. Reutilize

Muitos materiais em bom estado são descartados diariamente, e eles podem integrar novos projetos arquitetônicos. Madeira de demolição, metais e cerâmicas podem ser encontrados com empresas especializados nesses materiais, em obras ou entulhos. Utiliza-los com inteligência gera menos impacto ao meio ambiente. O mesmo acontece com móveis e eletrodomésticos, que podem ter a vida útil estendida.


Mesa feita com madeira de demolição

7. LEED e certificados de construções sustentáveis

Arquitetos, projetistas e engenheiros estão em uma busca constante para obter um dos maiores certificados de construção sustentável já visto, o LEED – Leadership in Energy and Environmental Design – um selo que indica projetos que atendem a uma série de requisitos sustentáveis criado pela instituição U.S. Green Building Council, que tem foco em sustentabilidade de edificações e empreendimentos imobiliários. No Brasil, temos um selo próprio, chamado AQUA, que avalia a gestão ambiental das obras e as especificidades técnicas e arquitetônicas.


8. Estimule as pessoas ao seu redor

Para que uma construção, seja ela uma casa ou empresa, seja verdadeira sustentável, é preciso que todos que ali residem ou utilizem o ambiente se comprometam com esse ideal. Estimule as pessoas a se engajarem nas atividades sustentáveis, sejam eles moradores, amigos ou funcionários. Todos devem economizar os recursos, se atentar ao descarte correto de materiais e reciclagem e buscar as maneiras mais sustentáveis no consumo.


Fonte: Revista Casa e Jardim e Hometeka











Fonte: Revista Casa e Jardim e Hometeka

1 visualização
CONTATO

São Paulo - Brasil 

Tel 55 11 9-9123-0572 / 3dprojectar@gmail.com

  • Cinza ícone do YouTube
  • White Instagram Icon

© 2018 Por 3D Projectar.